O que é logística 4.0?

A Logística 4.0 surge a partir do conceito de Indústria 4.0, que tem origem a partir da Revolução Industrial.

O processo de industrialização mundial é entendido hoje como um fenômeno que possui diversas etapas que foram se estabelecendo a partir do desenvolvimento de novas tecnologias. Por volta de 2011 surge a “quarta onda” que está ligada com a digitalização da indústria.

Nesse sentido, a Logística 4.0 é a aplicação dos mesmos conceitos da indústria 4.0 na logística.

Principais características da Logística 4.0

A logística 4.0 tem como principais características processos automatizados e digitalizados. Através desses pontos, a logística se torna mais rápida, eficaz e robusta.

Além da precisão, a tecnologia disponibiliza uma série de dados fundamentais para uma tomada de decisão assertiva. Dessa forma, a gestão do processo logístico é facilitada.

A conexão entre os processos também é uma grande marca da logística 4.0. Vale ressaltar que trata-se, inevitavelmente, de um emaranhado de etapas.

Antes elas costumavam ser feitas de maneira desconexa e separada. Agora, a tecnologia permite centralização de informações e um ótimo fluxo desde o início até a última etapa do processo.

Etapas e processos que antes eram desconexos, agora se transformam em operações mais eficientes.

Motivos para tornar sua logística padrão 4.0

Ao listarmos as principais características da logística 4.0 já fica evidente que sua aplicabilidade deve ser levada em conta por empresas que querem se destacar no mercado.

Para maior destaque, listamos abaixo motivos para considerar transformar sua logística:

Eficiência nos processos

Tornar os processos mais digitalizados e automatizados aumentará significativamente a eficiência e assertividade da logística de qualquer empresa. 

Procedimentos manuais tendem a ser mais lentos e desorganizados, o que não cabe quando se quer ter um andamento competente.

Maior visibilidade de problemas

Utilizando plataformas logísticas como a da CargOn, você visualiza rapidamente os gargalos de sua operação. Assim há maior poder de decisão por parte dos gestores para aperfeiçoamento de processos.

Conectividade e agilidade

Integração entre os processos e conexão de sistemas são marcas da logística 4.0. Isso torna todo o fluxo mais coeso e facilitado, com informações em tempo real que tornam o processo logístico consideravelmente mais rápido.

Economia de recursos

Uma maior eficiência nos processos e visibilidade dos gargalos resulta em uma inevitável economia para a empresa. O processo todo fica mais consistente e eficaz, evitando desperdícios e falhas.

——

Desafios da logística 4.0

Já explicamos aqui o grande impacto que a digitalização e automação trazem em qualquer processo logístico. Entretanto, modernizar a logística pode ser um desafio para algumas instituições.

Isso implica, necessariamente, na adoção de novas plataformas e tecnologias que vão transformar profundamente os processos.

Ainda assim, algumas resistências são encontradas na realidade brasileira:

  • Receio de mudanças: toda implementação de novas tecnologias requer um desapego dos sistemas atuais, bem como um constante aprimoramento das práticas realizadas. Quando não há uma abertura para mudanças, não é possível aperfeiçoar os procedimentos.
  • Dificuldade em visualizar resultados: o imediatismo por resultados rápidos pode ser um grande desafio na implementação de novas soluções para o negócio. Sem uma compreensão de que essas mudanças trarão grandes resultados lá na frente, a pressa e a ansiedade podem sufocar o processo.
  • Cultura da empresa: não é possível fazer os mesmos processos e esperar resultados diferentes. Entretanto, essa implementação precisa estar alicerçada em uma cultura empresarial sólida. Caso haja uma cultura ruim de rejeição a mudanças e trabalho, pode se tornar um grande desafio de gestão.
  • Custos de implementação: por mais que no longo prazo a automação de processos torne o custo mais barato, inicialmente é preciso um investimento contínuo para a transformação logística. Sem essa clareza, o gestor pode enxergar isso meramente como um gasto a mais, deixando de ver os ganhos que estão sendo construídos aos poucos.

Transforme sua logística com a CargOn

A CargOn tem em seu DNA a busca constante pelas melhores tecnologias no que diz respeito a transporte e logística. Nesse sentido, já caminhamos lado a lado com a logística 4.0, ajudando diversos clientes a aprimorar seu processo logístico.

A plataforma da CargOn possui uma gama de serviços desde emissão fiscal, monitoramento de veículos em tempo real até a gestão de cargas e cálculo de emissão de gases nocivos. Digitalização e automatização são elementos base para todas as soluções que oferecemos tanto para a indústria quanto para os embarcadores.

Tudo isso com grande flexibilidade de modulação. Assim, a indústria e o embarcador podem escolher assertivamente os módulos que mais lhe são úteis. Digitalize seus processos, ganhe eficiência e viva a realidade de uma logística 4.0. Conheça nossas soluções aqui.

Denny Mews – CEO& Founder CargOn

Compartilhe essa postagem

Deixe aqui seu e-mail

Enviaremos novidades e atualizações sobre o mundo logístico

    Mais em nosso blog

    Custos logísticos: quais são os maiores e como reduzi-los

    Sabemos que aproveitar de forma eficaz os recursos financeiros da empresa é algo essencial para garantir um desempenho sustentável. Nesse sentido, os custos logísticos têm um papel central no controle financeiro do negócio. Isso porque, além de tomar medidas que tornem a logística menos onerosa, a gestão dos custos logísticos também permite otimizar a operação, o que pode gerar mais receitas.

    Dia da logística: origem e importância

    O Dia da Logística é comemorado em 06 de junho, tanto no Brasil quanto em diversos outros países. Essa data visa reconhecer a importância do setor logístico no país, que hoje representa 13% do PIB nacional. Como se trata de uma área que engloba diversos ramos desde a indústria até o transporte, muitos profissionais são lembrados na data.