Novembro azul 2021: O câncer de próstata e a saúde do motorista

Novembro azul 2021: O câncer de próstata e a saúde do motorista - CargOn

O Novembro Azul 2021 traz foco na divulgação de cuidados da saúde do homem no que diz respeito ao câncer de próstata, o segundo mais comum entre homens no Brasil, ficando atrás apenas do câncer de pele, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). O destaque para esse câncer se dá por boa parte da população masculina não conversa sobre o assunto, seja por medo ou desconhecimento.

Sabendo que atualmente 99,4% dos motoristas de caminhão no Brasil são homens, com média de 45 anos de idade, reforçamos neste artigo a importância da prevenção e dos exames de câncer de próstata. Afinal, uma carga extra de cuidados com a saúde pode salvar sua vida! Continue nosso texto para conhecer mais sobre:

  • Origem do novembro azul
  • Campanha novembro azul 2021
  • Pandemia X exames de câncer de próstata
  • Quais os exames de câncer de próstata
  • Fatores que aumentam o risco da doença
  • Como prevenir
  • Sintomas do câncer de próstata
  • Tratamento

Origem do novembro azul

O novembro azul surgiu em 1999, na Austrália, quando um grupo de amigos deixaram o bigode crescer com o intuito de chamar a atenção para os cuidados com a saúde masculina. A ação chegou ao Brasil em 2008, com o Instituto Lado a Lado pela Vida e pela Sociedade Brasileira de Urologia.

Para trazer mais atenção ainda à causa, o dia 17 de novembro foi intitulado o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. Em homenagem à data, diversas cidades iluminam seus monumentos e prédios públicos de azul, como o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, o Palácio Itamaraty e o Palácio Nereu Ramos, em Brasília, o Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo e o Jardim Botânico e Praça do Japão, em Curitiba.

Novembro azul 2021: cuidar da saúde também é coisa de homem

O Novembro Azul 2021 vem para conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce e prevenção do câncer de próstata, que causa a morte de 28% dos que desenvolvem a doença. Fazer os exames para o detectar é fundamental, pois se trata de uma doença silenciosa, que apresenta os sintomas apenas em fase avançada.

Para a campanha do Novembro Azul 2021 do Paraná, a  Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) propôs o tema “Cuidar da saúde também é coisa de homem! Previna-se, cuide da sua família e procure a Unidade de Saúde mais próxima”.

“Buscamos promover a melhoria das condições de saúde da população masculina no Paraná, e que a prevenção seja o primeiro caminho a ser escolhido. Estudos indicam que os homens têm menor número de consultas médicas por ano em comparação às mulheres e fazem menos uso de serviços de cuidado, por isso as ações não devem se restringir ao mês de novembro, mas sim ao longo de todo o ano”, declarou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Exames de câncer de próstata diminuíram na pandemia

A pandemia trouxe um impacto negativo referente aos exames de câncer de próstata. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, entre 2019 e 2020 houve uma queda nos exames que ajudam os médicos a rastrearem câncer de próstata, sendo eles a biópsia (queda de 21%) e o exame de sangue PSA (queda de 27%). Mais adiante, explicaremos como funcionam os dois exames.

A diminuição da procura destes exames durante a pandemia causa preocupação. Somente para 2021, o INCA prevê o surgimento de 65 mil casos da doença. Com um diagnóstico feito na fase inicial, as chances de cura são de 90%.

A seguir, confira as informações sobre o câncer de próstata que nós separamos com base nas dúvidas mais comuns.

Fatores que aumentam o risco de câncer de próstata

Idade: o risco do câncer de próstata aumenta conforme a idade avança. Em nosso país, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove deles têm mais de 55 anos.

Histórico familiar: histórico de câncer de próstata na família, de homens cujo pai ou irmão tiveram a doença antes dos 60 anos.

Sobrepeso e obesidade: há um risco maior de câncer de próstata em homens com o peso elevado.

Como prevenir o câncer de próstata

Algumas práticas saudáveis listadas abaixo ajudam a diminuir o risco desta e outras tantas doenças:

  • Alimentação saudável
  • Prática de atividade física
  • Manter o peso corporal adequado
  • Não fumar
  • Evitar o alto consumo de bebidas alcóolicas

Sintomas do câncer de próstata

A fase inicial do câncer de próstata não apresenta sintomas. Entretanto, quando eles começam a aparecer, os mais comuns são:

  • Sangue na urina
  • Dificuldade em urinar
  • Demora para começar a terminar de urinar
  • Diminuição do jato de urina
  • Aumento na vontade de urinar durante o dia ou à noite

Se você está com algum destes sintomas, procure uma unidade de saúde mais próxima e converse com um médico.

Exames que investigam o câncer de próstata

Sabe quando você leva seu caminhão para manutenção, troca o óleo, confere o motor, verifica se é preciso trocar pneus e tira dúvidas sobre barulhos suspeitos, para então poder seguir tranquilo com seu caminhão na estrada? Os exames de câncer de próstata tem uma função parecida, na qual o foco é a sua saúde.

Os exames são parte essencial para a prevenção e identificação de alterações na próstata que possam ser o câncer. Atualmente há dois exames que podem ser feitos:

Exame de toque retal: com uma luva lubrificada, o médico introduz o dedo no reto e apalpando as partes posteriores e laterais ele consegue avaliar o tamanho, forma e textura da próstata.

Exame de PSA: esse exame de sangue mede a quantidade de uma proteína produzida pela próstata, o Antígeno Prostático Específico (PSA). Caso o exame apresenta níveis altos dessa proteína, pode existir a chance de um câncer de próstata, mas também pode ser o caso de alguma doença benigna da próstata.

Se alguma alteração é encontrada no exame de toque retal ou de PSA, é indicada uma biópsia. É com ela que o câncer é confirmado ou negado. Com esse exame é retirado um pedaço pequeno da próstata, para a análise ser feita em laboratório.

Tratamento do câncer de próstata

Se localizado somente na próstata, esse câncer pode ser tratado com cirurgia oncológica, radioterapia e observação vigilante em casos especiais.

Se o câncer de próstata tiver se espalhado para outros órgãos, o que chamamos de metástase, é feito um tratamento com radioterapia junto com tratamento hormonal e tratamentos paliativos.

Cada caso é tratado de acordo com a avaliação de um médico especializado, que define a melhor escolha após analisar riscos, benefícios e prever quais serão os melhores resultados para cada paciente, de acordo com o estágio da doença e as condições de cada um.

Todas as modalidades de tratamento do câncer de próstata são oferecidas pelo Sistema Único de Saúde de forma integral e gratuita.

Motorista, essas informações foram úteis para você? Então não deixe de compartilhar com seus amigos de estrada e parentes.

E lembre-se: esse conteúdo não substitui uma conversa entre você e um profissional da saúde. Faça seus exames.

-> O propósito da CargOn é facilitar a logística para as pessoas.

-> Conheça nossas soluções e o que podemos fazer por você e seu negócio.

-> Baixe nosso app na Play Store e App Store!

Compartilhe essa postagem

Deixe aqui seu e-mail

Enviaremos novidades e atualizaçãoes sobre o mundo logístico

Mais em nosso blog