Custos logísticos: quais são os maiores e como reduzi-los

Sabemos que aproveitar de forma eficaz os recursos financeiros da empresa é algo essencial para garantir um desempenho sustentável. Nesse sentido, os custos logísticos têm um papel central no controle financeiro do negócio.

Isso porque, além de tomar medidas que tornem a logística menos onerosa, a gestão dos custos logísticos também permite otimizar a operação, o que pode gerar mais receitas.

Dessa forma, vamos explicar nesse artigo tudo o que envolve os custos logísticos de uma empresa. Quais os principais valores envolvidos nessa operação e dicas para otimizar os recursos de forma eficiente, sem prejudicar a logística do seu negócio.

POR QUE GERENCIAR OS CUSTOS LOGÍSTICOS DE FORMA EFICAZ?

Controlar as despesas e otimizar os processos da logística são dois bons motivos para gerenciar os custos logísticos. No entanto, há outras motivações tão importantes quanto estas duas que devem ser levadas em conta.

Gerenciar os custos logísticos de forma eficaz é um dos caminhos para aumentar a competitividade de mercado da empresa. Na medida em que os custos logísticos podem representar uma parcela significativa das despesas operacionais, acabam tendo impacto diretamente no preço final dos produtos. 

Além disso, uma gestão eficiente da logística permite uma alocação correta dos recursos, bem como a redução de desperdícios e melhoria dos processos. Tudo isso acaba resultando em um melhor atendimento ao cliente.

Ademais, confira na lista a seguir alguns dos principais motivos para gerenciar os custos logísticos de maneira eficaz:

  • Redução de despesas operacionais.
  • Aumento da margem de lucro.
  • Melhoria no atendimento ao cliente.
  • Sustentabilidade e responsabilidade ambiental.
  • Vantagem competitiva no mercado.

PRINCIPAIS CUSTOS DA OPERAÇÃO LOGÍSTICA DE UMA EMPRESA

Para controlar os custos de logística de forma correta, é preciso antes conhecer cada um dos custos envolvidos na operação. Mesmo em empresas de diferentes segmentos, os tipos de custos acabam sendo semelhantes, mudando apenas o montante investido.

Dessa forma, um dos principais itens do orçamento logístico é o armazenamento. Gastos com aluguel de galpão, infraestrutura e pessoal estão entre os principais nesse aspecto.

Outro tipo de custo que deve ser considerado como logístico é o de embalagem de produtos. 

Portanto, nos tópicos abaixo vamos listar alguns dos principais tipos de custos logísticos e quais são os gastos envolvidos em cada um deles.

  • Custos de transporte: estes custos incluem despesas com combustível, manutenção de veículos, salários de motoristas e pedágios.
  • Custos de armazenagem: envolvem o aluguel ou compra de armazéns, utilidades como eletricidade e água, e equipamentos de armazenagem, como prateleiras e empilhadeiras.
  • Custos de pessoal: são os valores relacionados aos salários e benefícios de funcionários envolvidos na operação logística, como operadores de armazém, motoristas e equipe administrativa.
  • Custos de embalagens: incluem a compra de materiais de embalagem, como caixas, paletes, fitas e etiquetas.
  • Custos de tecnologia: esse é um custo que permite reduzir ou otimizar os demais, pois refere-se aos investimentos em software de gestão logística, sistemas de rastreamento e automação.
  • Custos de devoluções e avarias: despesas associadas ao processamento de devoluções, substituição de produtos danificados e gerenciamento de reclamações de clientes.

Controlar os custos de uma operação logística é fundamental.
Controlar os custos de uma operação logística é fundamental.

COMO FAZER O CÁLCULO DOS CUSTOS LOGÍSTICOS?

Agora temos em perspectiva a importância de controlar os custos logísticos e sabemos quais são os principais. Mas afinal, como fazer o cálculo destes custos de maneira correta?

Pois bem, antes de tudo é importante identificar e categorizar todos os custos envolvidos no processo logístico, dividindo-os em custos fixos e variáveis. 

Os custos fixos incluem despesas como salários de funcionários, aluguel de armazéns e depreciação de equipamentos. Já os custos variáveis englobam transporte, combustível, manutenção de veículos e embalagens.

Para fazer o cálculo vale a pena utilizar indicadores de desempenho (KPIs) para monitorar e avaliar os custos. Alguns dos indicadores mais utilizados são o Custo por Unidade (CPU) e o Custo Total da Logística (CTL). 

Mas além de métricas, há também ferramentas digitais que auxiliam na gestão dos custos logistícos. Sistemas de gerenciamento de transporte (TMS) e de armazém (WMS), são fundamentais para consolidar dados e facilitar o cálculo. 

No mais, abaixo você pode conferir 5 passos para calcular os custos logísticos de uma maneira prática:

  1. Identificar e categorizar os custos fixos e variáveis;
  2. Utilizar KPIs para monitorar desempenho;
  3. Implementar ferramentas tecnológicas para consolidar dados;
  4. Analisar os dados para identificar áreas de melhoria;
  5. Tomar decisões baseadas em dados para otimizar custos.

5 DICAS PARA OTIMIZAR OS CUSTOS LOGÍSTICOS NO SEU NEGÓCIO

  1. Automatize processos logísticos

Onde é possível, vale a pena evitar falhas humanas no processo logístico. Dessa forma, uma maneira de otimizar os custos é automatizando processos.

Nesse sentido, é possível implementar sistemas de gerenciamento de transporte (TMS) e de armazém (WMS), por exemplo. A automação facilita a rastreabilidade, a gestão de inventário e o planejamento de rotas, otimizando o uso de recursos e reduzindo custos operacionais.

  1. Negocie com fornecedores e transportadoras

Ter uma boa relação com empresas parceiras é algo que pode ajudar para além da redução de custos logísticos. Estabelecer parcerias estratégicas e negociar contratos pode resultar em melhores condições comerciais e tarifas mais competitivas. 

Sendo assim, sugerimos que avalie periodicamente os fornecedores e transportadoras que utiliza, a fim de garantir que está obtendo o melhor custo-benefício.

  1. Otimize a gestão de estoque

Ter um volume adequado de estoque é algo desafiador, mas que é essencial para reduzir custos na operação. Para obter esse volume de estoque, é preciso ter um controle total, tanto de demanda quanto de produção e envio.

Uma alternativa para otimizar a gestão de estoque é usar técnicas como o Just-In-Time (JIT) e análise de demanda para equilibrar a oferta e a demanda, minimizando desperdícios e custos de manutenção.

  1. Planeje rotas de entrega eficientes

O deslocamento pode ser considerado a principal etapa da logística. Ou seja, é o ponto que merece maior atenção para que seja possível reduzir os custos logísticos. Uma forma de tornar o transporte mais eficaz é planejar rotas de entrega com maior precisão.

Para isso, a utilização de softwares de roteirização permite planejar rotas mais curtas e rápidas, economizando tempo e combustível. Além disso, considere a consolidação de cargas e a otimização das rotas para maximizar a capacidade dos veículos e reduzir viagens desnecessárias.

  1. Invista em treinamento e capacitação

Embora num primeiro momento possa representar um custo adicional, o treinamento e capacitação de funcionários é primordial para uma logística bem executada. 

Dessa maneira, ofereça treinamentos regulares sobre melhores práticas, uso de tecnologias e técnicas de gerenciamento logístico. Isso não só melhora a produtividade como também reduz erros e retrabalhos.

TORNE A LOGÍSTICA DA SUA EMPRESA EFICAZ COM A CARGON

Como pudemos ver, a logística tem papel estratégico na operação de qualquer empresa, independente do seu porte ou segmento. Por isso, gerir as receitas que estão envolvidas nesse setor acaba sendo decisivo para os rumos da organização.

Mas para que a gestão da sua logística seja mais eficiente e prática, você pode contar com a CargOn. Com a CargOn você tem a gestão e visualização completa dos dados da sua operação em poucas telas. Saiba dos horários em que a carga foi carregada, CTe emitido, viagem iniciada e finalizada. 

Todos os dados são em tempo real, permitindo uma gestão mais próxima no dia a dia.

Quer saber mais sobre como a plataforma CargOn pode agregar no seu negócio? Clique aqui e fale com um de nossos especialistas!

Denny Mews – CEO& Founder CargOn

Compartilhe essa postagem

Deixe aqui seu e-mail

Enviaremos novidades e atualizações sobre o mundo logístico

    Mais em nosso blog

    Custos logísticos: quais são os maiores e como reduzi-los

    Sabemos que aproveitar de forma eficaz os recursos financeiros da empresa é algo essencial para garantir um desempenho sustentável. Nesse sentido, os custos logísticos têm um papel central no controle financeiro do negócio. Isso porque, além de tomar medidas que tornem a logística menos onerosa, a gestão dos custos logísticos também permite otimizar a operação, o que pode gerar mais receitas.

    Dia da logística: origem e importância

    O Dia da Logística é comemorado em 06 de junho, tanto no Brasil quanto em diversos outros países. Essa data visa reconhecer a importância do setor logístico no país, que hoje representa 13% do PIB nacional. Como se trata de uma área que engloba diversos ramos desde a indústria até o transporte, muitos profissionais são lembrados na data.