27 de janeiro de 2021

Logística outbound: o que é e qual a sua importância?

Logística outbound

compartilhe

A logística outbound é uma parte da cadeia de suprimentos responsável pelo produto no momento em que ele está pronto para o envio. Tem grande importância para as indústrias e fábricas e deve contar com processos bem estruturados para oferecer o melhor para parceiros e clientes finais. Isso porque, através de uma gestão assertiva, é possível diminuir os gastos e trazer mais lucro para a empresa.

Continue lendo o nosso post e saiba mais sobre a logística outbound e a sua importância!

A logística outbound é uma parte da cadeia de suprimentos responsável pelo produto no momento em que ele está pronto para o envio.

O que é logística outbound?

A cadeia de suprimentos de uma empresa envolve diversas etapas que buscam administrar e prover recursos e informações para cada processo. Tudo começa na compra da matéria-prima que deve ser enviada para a indústria. Também é importante que haja a gestão dos insumos e, claro, a produção e o armazenamento dos produtos que estão acabados. Esses processos são feitos de maneira interna e, por isso, são chamados de logística inbound.

Após o produto estar pronto para a comercialização, é hora de fazer o envio, que pode ser realizado diretamente para o cliente final ou por um centro de distribuição. É a partir desse momento que se inicia a logística outbound, relacionada aos processos de saída. Ela assegura que o produto será bem transportado, chegará ao cliente como ele deseja, além de acompanhar os resultados desses processos.

E estes fazem parte do escopo da logística outbound, tais como:

  • traçar rotas mais eficientes e seguras para as entregas,
  • monitorar a entrega,
  • contratar parceiros logísticos e manter relacionamento com eles,
  • planejar devoluções e trocas,
  • acompanhar a satisfação do cliente e os resultados em geral.

Qual é a importância da logística outbound?

Sem a logística outbound, não há como uma indústria realizar os seus processos da maneira mais produtiva possível. Uma boa gestão nesse sentido pode fazer toda a diferença em como parceiros percebem a marca, assim como os clientes finais.

Segundo uma pesquisa realizada pela PwC, empresa especializada em pesquisas do comércio, 64% dos consumidores pagariam mais por uma entrega mais rápida ou no mesmo dia. Esse dado, apesar de não ser direcionado para o B2B, mostra a importância de os processos da logística outbound serem bem estruturados, para que a indústria tenha produtos à pronta-entrega e um transporte rápido e eficiente.

Como estruturar a logística outbound?

Muitos gestores lidam com todos os processos de logística outbound diariamente, sem nem saber o que estão fazendo. Ao invés de separá-los entre inbound e outbound, os responsáveis simplesmente lidam com a superestrutura da cadeia de suprimentos. Apesar disso até funcionar em certos casos, a segmentação dos processos em diferentes áreas e etapas permite uma estruturação mais minuciosa e, consequentemente, mais eficiente.

E para estruturar a logística outbound, é necessário se basear em dois pilares principais:

Eficiência da entrega

A eficiência da entrega é um ponto complexo que pode depender do referencial adotado. Para algumas empresas, uma entrega eficiente significa rapidez e, para outras, aquela que apresenta baixo custo. Por isso, é preciso buscar um equilíbrio entre todos os fatores considerados e oferecer um ótimo serviço em todos os níveis. A melhor maneira de fazer isso é por meio do traçamento de rotas eficientes que, além de serem mais rápidas, ainda terão melhor custo-benefício, já que reduzirão o tempo de transporte e o consumo de combustível.

Custos

O responsável pelos processos de logística outbound também deve considerar os custos e traçar estratégias para diminuí-los. Caso a indústria opte por fretes do tipo FOB, por exemplo, é importante analisar os valores dos processos que são passados para os clientes e verificar se a concorrência não tem alguma oferta mais competitiva. É interessante analisar quão relevante é o custo do frete para os seus parceiros e, caso seja viável, trabalhar com fretes do tipo CIF.

Além disso, outra saída é reduzir os custos através de uma gestão estratégica de rotas. Quer dizer, uma rota mais eficiente diminui o tempo de entrega e ainda economiza combustível. O mesmo vale para a implementação de um centro de distribuição.

Através dessas dicas, você poderá estruturar a logística outbound e trazer mais resultados para a empresa. Que tal continuar a leitura e saber mais sobre A importância do Paperless na Logística?

Assessoria e mentoria

Integrações